A Grande Limpa que o SoundCloud Está Fazendo no seu Acervo Já Começou

A caça ao copyright começou e contas de DJs e produtores estão sendo removidas ou suspensas.

|
ago 14 2015, 6:50pm

Photo by DJworx.com

Sim, isso está acontecendo. Depois de anos de especulação sobre como seriam as próximas etapas do SoundCloud em busca da monetização de seus serviços, nesta semana a plataforma de streaming alemã optou por uma postura agressiva ao promover uma ofensiva em busca de copyright nas contas dos usuários ao redor no mundo.

Leia: "O João Brasil Teve sua Conta Deletada do Soundcloud"

DJs, produtores e demais usuários tiveram suas contas retiradas do ar ou seus acervos suspensos. "Eles pegaram tudo, eu não tenho o completo domínio da minha página," disse DJ Owen Bones em um tweet no Twitter do THUMP. "Eu tô saindo fora dessa."

Depois de adicionar avisos sobre a experiência sonora oferecida pela plataforma que assinou acordos de royalties com várias gravadoras, da major Warner a agência de licenciamento Merlin Network, que representa um sem número de gravadoras independentes, o Soundcloud deu início à sua política ostensiva em defesa do Copyright. A plataforma removeu mixes com faixas não-licenciadas, removeu faixas que possuem samples sem licença, remixes sem direitos legais para sua distribuição ou que possuem trechos ou qualquer semelhança sonora reconhecível com sua versão original. Todas essas novas informações estão baseadas num algoritmo, deixando o SoundCloud com uma política de "primeiro a gente tira do ar e depois explicamos".


Uma parte do aviso da plataforma sobre as violações de copyright.

Não é que o uso de gravações ou sons com copyright seja considerado mais ilegal que costumava ser, o que está rolando é que o SoundCloud está agindo de acordo com seu direito legal (as grandes gravadoras chamam isso de obrigação) ao remover os "crimes" de sua plataforma. E não apenas artistas estão sentindo esse baque, o inglês Roska deu uma de corajoso e comentou: "Essa se tornou uma das melhores plataformas que eu contemplo usando todos os dias."

O SoundCloud, porém, nunca foi uma empresa rentável. Eles começaram com esse papo de monetização porque caíram na conversa das grandes gravadoras e agências de licensiamento que utilizam a ferramenta de pesquisa deles para sobreviver nesta operação de mercado ao saber qual som deles está se espalhando e sendo executado na internet.

Apesar de o SoundCloud já ter sido considerado o paraíso dos novos produtores da música eletrônica, as mais novas medidas da plataforma têm deixado a comunidade undergound completamente fora dessa decisão, mas ainda assim tão dependentes da plataforma que eles não sabem para onde ir. Um DJ que mora pelas bandas do Reino Unido chamado Ollie Beavis postou no Twitter: "Isso é uma bosta, mas eles basicamente possuem nossas contas pela nossa loucura de fazer música, então nós somos obrigados à usá-la."

Será que essa treta ainda vai render?

Siga o Jemayel Khawaja no Twitter - @JemayelK