Quantcast
mix

ON DECK: Shift K3Y

Uma mix de 50 minutos do produtor e DJ ​inglês​ que funciona como um DOs & DONTs do verão em Ibiza.

David Garber

David Garber

Nós temos acompanhado o trampo do fenômeno do garage Shift K3Y, desde que o produtor inglês participou da nossa série de mixes feita especialmente pra galera curtir em junho a Splash House. E foi na semana passada que o cara soltou uma faixa VIP improvisada durante o show do MistaJam, na BBC. Agora, mesmo trampando num single chamado "Gone Missing", que será lançado em breve, o novinho compartilhou com a gente uma mix pra lá de especial que faz parte de uma série chamada ON DECK, com mais de 50 minutos pra você fritar muito na pista. Na breve entrevista abaixo, ele também comentou sobre algumas lições que ele aprendeu depois de passar o verão inteiro tocando pra uma galera de Ibiza a Washington.

THUMP: Quais foram alguns DOs & DON'Ts que você aprendeu neste verão?

Shift K3Y: Esteja preparado pra qualquer coisa e não seja complacente. Eu toquei com todo mundo neste verão, de Travis Scott a Steve Aoki e Tinie Tempah, além de alguns outros produtores que fazem um dance mais underground. Todo show foi diferente e eu tive que ser muito versátil e adaptar o meu set de acordo com o que estava rolando. Eu também aprendi a não presumir que sua vila em Ibiza terá um enderço onde eu possa encontrar no Google Maps. Quando eu estava por lá, fiquei em uma vila fantástica e novinha em folha, mas os motoristas não conseguiam me encontrar. Eu, literalmente, cheguei faltando 30 segundos pra entrar num show.

Pra você, qual foi o seu set que merece mais destaque?

Todos eles foram ótimos, mas um que se destaca é o improviso b2b2b com o Steve Aoki e o Deorro no Cafe Mambo, em Ibiza. Parece que os nossos sons são tão diferentes que você acaba achando que não vai rolar, mas rolou! O que a gente não planejou sempre acaba sendo o melhor. Eu também toquei com a Nina Las Vegas, em Washington, e toquei uma hora antes o que tinha programado com ela e na uma hora seguinte nós fizemos o mesmo b2b. Nós tocamos trap/jersey/grime faixa a faixa, e foi muito divertido. Tanto é que eu adoraria repetir a dose.

Conta pra gente um pouco sobre a sua mix ON DECK.

Eu fiz quando estava de volta no meu estúdio em Londres. E é uma mix que eu acredito que tenha uma tonelada de sons que eu estou sentindo neste momento, incluindo várias produções minhas. Ela te dá uma ideia do que esperar quando estiver ouvindo um set meu ao vivo (claro que menos um que eu estiver cantando ao vivo).

O Shift K3y está no Facebook // SoundCloud // Twitter