O Aniversário do DJ Perera Foi o Grande Encontro do Funk Paulista

Se o funk paulistano tivesse um Dr. Dre, esse cara seria o Perera. Colamos na festa que ele deu no sábado (28) e temos fotos da cena toda.

|
mar 6 2015, 8:10pm

No último sábado (28), colei na quadra da Camisa Verde e Branco, na zona oeste de São Paulo, para uma festa que conseguiu colocar praticamente todo o funk da cidade num único rolê. A ocasião era a comemoração dos 22 anos do DJ Perera, que é um dos responsáveis pelo Detona Funk, o principal canal de divulgação do funk brasileiro (só para você ter uma ideia, a página no Facebook deles vai alcançar 4 milhões de seguidores em algumas semanas, e noYouTube eles já alcançaram a marca de 100 milhões de views).

O DJ Perera está no funk há pouco mais de dois anos e já chegou inserindo uma nova fase da encarnação paulistana do gênero. Ele é da Zona Norte (não é só na Zona Leste que tem funk), ajudou a promover o funk putaria e também ajudou a ̶a̶r̶r̶u̶i̶n̶a̶r̶ criar essa moda de colocar melodias das músicas da Disney no funk tipo "Picada Fatal", "Pepeca do Mal", "Mulher KamaSutra" - as três doMc Livinho - além do hit "Parara Tibum" da MC Tati Zaqui. E, por falar em putaria, ele também tem no currículo as músicas "Dom Dom Dom" e "Se Prepara", do MC Pedrinho, e o "Passinho do Romano" do Juninho JR.

E a festa, parça, foi pesada demais! Cheguei lá umas 23 horas e já tinha um pessoal dentro e uma galera parada na porta, no esquema esquenta. Fiquei aguardando o contato da festa por quase uma hora, e enquanto isso não parou de chegar gente chavosa pra festa. Quando entrei na quadra, perto da meia noite, o pessoal já estava no clima, bebendo e curtindo o som do DJ. Peguei uma cerveja e fiquei vendo o movimento, que ia aumentando cada vez mais. Baile funk é legal porque todo mundo quer se divertir e esquecer a semana. A cada 15 minutos, o DJ anunciava, numa pegada meio locutor da Tele Sena, que era a festa do DJ Perera. O público respondia com gritos.

Consegui encontrar o aniversariante por volta das 2 da manhã e o sorriso não saía da sua cara. Ele se dividia entre falar com os chegados - que eram muitos - e curtir o som. Seu olhar se perdia na galera toda vez que alguém pegava o microfone para dar os parabéns pra ele.

E o mais maneiro nesse baile foi ver que há uma turma nova no funk de SP. Esqueça a ostentação, o lance agora é mais original, mais autêntico. O funk paulistano conseguiu registrar a sua marca. Se o som carioca e o paulista hoje são facilmente diferenciáveis, muito disso se deve ao Perera. Por isso a festa só tinha os mais mais da cena.

Fiquei até umas 4h30 da manhã e a festa estava muito boa. Ouvi muito som novo, vi o show de muita gente bacana e tirei umas fotos pra você sentir o clima. Confira abaixo:

O pessoal chegou cedo e no estilo pra curtir a festa.

Tinha estilo Tony Country e Ed Hardy.

Séloko hein cachorreira.

DJ Perera no começo das celebrações.

Rolou um telão com diversos MCs e amigos deixando seu feliz aniversário. Teve até o MC Livinho.

Depois do bolo e da surpresa da presença mãe do Perera, o camarote lotou.

Mc Bin Laden.

No modelão "Meia Preta, Meia Branca".

MC Juninho JR.

Um menor chavosão.

O MC Leo da Baixada.

O Mano DJ.

O MC 2K.

E o DJ R7.

Pra agradecer a todo mundo pela festa, Perera fez a clássica selfie com todos os fãs que chegaram no baile, e que ficou assim.

Encontre o DJ Perera no Soundcloud // Facebook