O S-Type, do LuckyMe, Entra Numa Vibe Fantasmagórica com o Lunice em "Casper"

Amigos de longa data, S-Type fala como foi gravar com Lunice e diz que "Casper" é uma homenagem à produção do Timbaland e do Neptunes.

|
fev 12 2015, 9:45pm

O selo e estúdio de design LuckyMe, de Glasgow, lidera o jogo há muitos anos. Desde 2007, acumula um catálogo incrível de sucessos, de pós-tudo que é banger, e faz isso em grande  estilo. Reunindo todo mundo, do HudMo ao DJ Paypal, do Jacques Greene ao Joseph Marinetti, o selo se tornou sinônimo de festas transgressoras.

Bobby Perman, de Edinburgh, já está no coletivo há algum tempo. Sob o pseudônimo S-Type, ele soltou dois EPs clássicos pelo selo: Billboard, uma ode triunfante ao maximalismo, de 2012, e Rosario, com participação do Roc Marciano, lançado no ano passado. Neste mês, ele lança o seu terceiro trampo pela label, SV8. Perman estava seguro o suficiente para nos deixar ouvir com exclusividade a faixa principal, a rastejante "Casper", com participação do Lunice. Falamos com o homem em pessoa, também, como você pode conferir depois do drop. 

THUMP: Como um jovem escocês acaba fazendo rap impregnado de neon e assombrado por fitas VHS?
S-Type:
Sou de Edinburgh, mas moro em Glasgow. Faço música desde sempre, mas meu irmão mais velho me apresentou o rap. Comecei a tocar e a produzir no começo da adolescência. Me mudei para Glasgow há uns sete anos.

Como é fazer parte da equipe do LuckyMe?
Me mantém alerta. Posso ouvir as coisas em que todo mundo está trabalhando. Somos encorajados a trabalhar juntos. É uma equipe tremendamente inspiradora.

Como surgiram os elementos colaborativos do EP? Num sentido muito literal, como eles funcionam?
Não tinha a intenção de fazer um disco de parcerias, mas parecia algo divertido de se fazer. Trabalhar com outros produtores me força a fazer as coisas de um jeito diferente. Fiz muita produção adicional para outras pessoas ao longo do ano passado, então foi legal inverter as posições desta vez. 

Estou atrás do Yung Gud há muito tempo. No verão passado, tuitei "o @yung_gud é fera". Logo depois, chequei as minhas mensagens do Soundcloud (o que quase nunca faço) e vi uma mensagem dele perguntando se eu queria fazer uma parceria. Primeiro achei que era uma resposta ao meu tweet, mas na verdade ele a enviou uma ou duas semanas antes disso. Nos encontramos algumas vezes, mas não tivemos tempo de entrar em estúdio. Ele me mandou uns sons foda de bateria, e eu fiz todos os arranjos e os sintetizadores. "Fire" é a única parceria que fizemos até agora, mas definitivamente quero tentar fazer mais coisas com ele. Inkke e eu temos o mesmo círculo de amigos em Glasgow e tocamos juntos algumas vezes nos últimos anos. "Ice" é a segunda faixa que fizemos, toda construída em cima de uma melodia que ele inventou. As ideias dele são tremendamente originais, e é muito divertido misturar os nossos estilos. Lunice e eu somos amigos há anos, em função do LuckyMe – no ano passado, voei até Montreal para trabalhar um pouco no disco dele. Fizemos algumas coisas no estúdio desde "Casper". Essa faixa é meio que uma homenagem à produção do Timbaland e do Neptunes de meados dos anos 2000. Me sinto muito confortável trabalhando com o Lu, somos fãs do trabalho um do outro – ele sempre sugere coisas nas quais eu não pensaria.

Qual é o seu visual para 2015?
Polo Sport vintage e as novas coleções da Patta e da Astrid Andersen.

Encomende o SV8 aqui Siga S-Type nas redes:
facebook.com/stypeofficial
soundcloud.com/s-type
twitter.com/s_type