O Balako abraça o groove em 'Hora de Balako'

Os cariocas Diogo Strausz e Rodrigo Peirão lançam seu primeiro EP pelo selo inglês Greco-Roman, e você pode ouvir o primeiro single agora.

|
jul 12 2017, 6:17pm

Balako por Eduardo Magalhães

Hora de Balako te engana no primeiro minuto. Abrindo com um riff de violão relaxante e sonhador, o primeiro EP da dupla carioca Balako só te dá noção da verdadeira viagem de groove que você está prestes a fazer quando passa para a segunda faixa, homônima ao projeto, com uma linha de baixo pulsante e dominante. O EP vai ser lançado nessa sexta (14), pelo selo inglês Greco-Roman.

Formado em março de 2016, Balako é uma parceria entre os músicos Diogo Strausz e Rodrigo Peirão que surgiu como uma ideia de uma festa num barco — cujo trocadilho ruim que lhe dava nome, "Balako Barco", serviu de base para o surgimento do projeto. A festa nunca aconteceu, mas, enquanto faziam remixes e edits para tocar no evento, surgiu para o duo a vontade de produzir material inédito. Em um grupo de sete músicos, as gravações de Hora de Balako começaram em junho do mesmo ano.

O resultado são 15 minutos de um funk-eletrônico de referências mais diversas possíveis, como lista Rodrigo: "Italo Disco, Vince Montana Jr., Earth Wind Fire, Gamble & Huff, Patrick Cowley, Sylvester, músicas de filmes de super heróis japoneses dos anos 80/90, disco music turca, os edits do Baris K." Como influências não-musicais, o produtor também cita programas de auditório e o estilista Gianni Versace.

O baixo domina as faixas principais do EP, "Hora de Balako" e "Nervous Inn", que a cada minuto tensiona a interação entre a percussão, os teclados, sintetizadores e instrumentos de sopro que formam o trabalho. "Quando ouvimos uma seguida da outra, curtimos a jornada começando pelo alívio e tensionando em seguida", diz Rodrigo.

O THUMP descolou "Hora de Balako", single carro-chefe do EP, para audição exclusiva enquanto o projeto completo não vem. Ouça abaixo: