Entrevistamos o Baluarte do Meowcore Illuminati

O Kitty Biscuits é o pai do Cat Illuminati e está operando uma revolução felina no EDM.

|
mai 29 2014, 12:13am

Dentre todos os animais, a música sempre esteve muito mais atrelada às aves do que aos outros bichos. Desde lá nas antigas, quando o Papa Gregório I falou que uma pomba divina ajudou ele no processo de escrever e unificar as músicas que se tornariam o que conhecemos hoje como canto gregoriano, até o Catálogo de Pássaros do obsessivo compositor Olivier Messiaen, passando pelo famoso balé O Pássaro de Fogo de Igor Stravinsky (que divide esse título de peça com um sucesso da cantora Paula Fernandes) e inúmeros outros compositores que se inspiraram nas aves para fazer música.

Naturalmente, o animal que vem p'ra tentar tomar esse posto é o gato, que já havia ganhado esse dueto de Rossini (ok, só pegaram a música do Rossini e mudaram a letra), um outro duo felino numa ópera de Ravel, o musical Cats e até uma imitação feita no talkbox por Brian May na canção que Freddy Mercury fez p'ra sua gata Delilah.

Nenhuma dessas tentativas, no entanto, chega tão perto de uma revolução felina quanto o meowcore, projeto/estilo feito por um cara que atende pela alcunha de Kitty Biscuits (ou Cat Illuminati) que consiste basicamente de uma música eletrônica pesada p'ra caralho recheada de vários sons de gatos miando e ronronando. Dá uma sacada na joia rara do retardo que é o EP que ele jogou na internet uns dias atrás:

Diz aí se não da p'ra imaginar uma pá de bichanos doidaços daquela erva de gato metendo uma festa em casa enquanto os donos tão fora, arregaçando o sofá de tanto arranhar, espalhando papel higiênico na porra toda, vomitando altas bolas de pêlo, perdendo algumas das sete vidas, tudo isso regado a muito leite (daquele do Laranja Mecânica) e esse meowcore rolando de fundo, uma puta orgia felídea.

Como se tudo isso não bastasse, o cara ainda está fazendo uma pequena série chamada "The Adventures of Space Cat" que pelo que eu entendi até agora é sobre um gato que recebe dos Illuminatis a missão de roubar o Sol. Fiquei um pouco curioso sobre isso decidi conversar com ele a respeito de suas obras. Ele não quis revelar sua real identidade.

THUMP: Como você começou a fazer esse lance de meowcore?
Kitty Biscuits: Eu comecei esse bagulho todo porque eu tava tocando uns miados no meu computador e meu gato parecia estar gostando, daí eu decidi botar música junto.

Você usa erva de gato no seu processo de composição?
Não, eu não uso erva, mas um monte de vezes eu costumo tomar um bourbon!

Eu vi no seu canal do YouTube que você também tem patos. Você pretende fazer um duckcore ou incluir os patos na cena meowcore?
Na verdade eu tenho dois patos, Trevor e Roxie. Não tenho certeza se vai rolar um duckcore, vou ter que perguntar a eles se eles querem fazer os vocais. Mas eu tenho algumas músicas de patos já, por exemplo "Space Duck".

Você pode nos contar um pouco mais sobre o enredo da sua série "The Adventures of Space Cat"?
Eu posso contar mais sobre o enredo, mas isso iria arruinar o show, né? Tudo que eu posso dizer é que os Gatos Illuminati podem ser ou podem não ser os verdadeiros Gatos Illuminati e que os verdadeiros Gatos Illuminatis estão assistindo…

Seu gato é um membro dos Illuminati?
Meu gato é membro dos Gatos Illuminati.

Abaixo separamos algumas fotos de gatos da página do Kitty Biscuits. Bem, são fotos de gatos. Na internet. Celebremos:

Evandro Morellato está no Twitter expandindo os horizontes cosmológicos digitais: @denoterdamn